Primeira unidade de queima de lixo para energia será construída em 2017 em SP

Por on

Chamada de Unidade de Recuperação Energética (URE), a primeira planta de queima de lixo urbano para geração de energia elétrica deve começar a ser construída ainda no primeiro trimestre de 2017, na cidade de Barueri, no estado de São Paulo.

Esta planta segue o mesmo modelo das usinas de países como Suécia, Noruega, Países Baixos e Alemanha. Em inglês, esse tipo de geração de energia é chamada de Waste to Energy (WTE), ou “Lixo para Energia”.

Na planta brasileira, os resíduos sólidos são queimados com a técnica chamada Mass Burn, ou seja, não requer nenhum tratamento prévio ou separação. Estes resíduos sólidos entram em combustão, gerando vapor que movimenta turbinas da mesma forma que uma usina termoelétrica faria. Parte da energia elétrica gerada é usada na própria planta, enquanto 87% segue para as redes de energia da cidade.

A URE de Barueri terá capacidade total de 825 toneladas de resíduos sólidos por dia, com geração de energia elétrica de 17.5 MW/h, sendo que 15MW/h serão exportados, suficiente para 8 mil residências.

A principal vantagem desse tipo de gestão de resíduos sólidos urbanos é que há baixa emissão de ruído e de odores, o que permite sua localização dentro das cidades. Algumas das usinas deste tipo estão no centro de cidades como Mônaco, Minneapolis e Vienna. A maioria dos turistas não sabe, mas em Paris, há uma planta WTE localizada a poucos metros da Torre Eiffel.

 Assim, não é necessário transportar todo o lixo para regiões distantes de onde o lixo é gerado. De todo o volume de lixo que entra na usina, apenas 5% não pode ser aproveitado e é descartado no aterro sanitário.

Para garantir que não haverá contaminação do ar pela planta, há um sistema seco de tratamento de gases de combustão que remove componentes ácidos, metais e dioxinas dos gases de combustão e filtros de mangas retiram poeira e partículas. Na usina de Barueri, o controle de emissões será disponibilizado online para a população.

Há outros projetos de Usinas de Recuperação Energética em andamento em outras regiões do Brasil, como a de São Bernardo do Campo, que está em fase de licenciamento.

Confira vídeo que apresenta a usina de Barueri:

Seja o primeiro a escrever um comentário.

Deixe uma resposta